Criptomoedas que se podem minerar em casa

⏱️ Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Passemos então a apresentar as diferentes criptomoedas que se podem minerar em casa.

Ether (ETH)

Token da Ethereum, é a segunda maior criptomoeda em capitalização de mercado e ainda se pode minerar em casa com a ajuda de placas de vídeo (GPUs) poderosas o suficiente.

Mineradores domésticos devem maximizar seus lucros, tanto ao adquirir as placas de vídeos mais poderosas do mercado como ao entrar para uma pool de mineração.

A mineração de ether é um processo relativamente simples. O primeiro passo é fazer o download da blockchain no site oficial para configurar a sua carteira. De seguida, basta alterar algumas configurações e fica pronto a minerar.

Ravecoin (RVN)

É uma rede blockchain otimizada para migrar ativos de um detentor para o outro, como tokens. É um projeto de código aberto que pode ser minerado usando um computador com GPUs .Quando minerada, pode ser negociada na Binance ou noutra plataforma que tenha disponível RVN.

Monero (XRM)

É uma criptomoeda anónima bastante popular. Além disso, a rede da altcoin foi criada especificamente para ser resistente a ASICs (placas gráficas) específicas para Monero. Assim, é adequada para quem tem apenas um computador pessoal. À semelhança da ether (ETH), primeiro, é preciso fazer download de uma carteira para armazenar as suas moedas. O próximo passo é descarregar um software de mineração que forneça suporte à criptomoeda. Após a mineração, pode negociar esta criptomoeda com a Binance, por exemplo.

Dogecoin (DOGE)

Apesar desta criptomoeda ter começado como um meme, DOGE,  tornou-se uma altcoin com uma base significativa de usuários.

A DOGE foi programada para acrescentar mais moedas durante todo o ano, diferente do fornecimento finito da bitcoin com apenas 21 milhões de unidades disponíveis . Este facto faz dela uma criptomoeda interessante para mineração.

Neste caso, para ter uma mineração mais rápida é necessário usar placas gráficas com qualidade como por exemplo as da AMD ou Nvidia. De outra forma a mineração pode ser lenta e acaba por não ser rentável.

Bytecoin (BCN)

Criptomoeda com recursos de anonimidade, é outra altcoin fácil de minerar com um computador pessoal.

A “mineração solo” foi criada para ser um processo simples para usuários da Bytecoin. Ter uma carteira Bytecoin e executar o programa no seu computador, é o necessário para minerar Bytecoin.

Apesar de a “mineração solo” acontecer na rede Bytecoin, o processo é lento e acaba por não ser muito rentável.

Vertcoin (VTC)

É outra escolha popular entre pequenos mineradores. A criptomoeda foi lançada em 2014 e criada para se manter fiel ao espírito da descentralização e soberania financeira prevista por Nakamoto na criação da Bitcoin. A Vertcoin é popular porque tem um processo de mineração muito simples, com apenas um clique. Isto porque os desenvolvedores criaram uma arquitetura que permitisse a fácil mineração. 

Vale a pena a mineração?

Apesar da mineração a partir de casa ser possível, será sempre um processo lento  e de risco, uma vez que o custo pelo consumo de energia elétrica pode valer mais do que o valor das moedas que minerou. Além disso, muitas vezes, é preciso investir em placas gráficas de qualidade (GPUs) onde os preços variam entre os 500€. Assim, a adoção à mineração de criptomoedas tem de ser bem calculada.

Autor: Henrique Gil

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

bitcoinBitcoin
$ 38,253.00
$ 38,253.00
5.3%
ethereumEthereum
$ 2,361.45
$ 2,361.45
8.04%
binance-coinBinance Coin
$ 346.51
$ 346.51
6.31%
xrpXRP
$ 0.829031
$ 0.829031
5.17%
cardanoCardano
$ 1.48
$ 1.48
6.09%

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img