fbpx

Xiaomi vai fabricar 300.000 veículos elétricos por ano na nova fábrica em Pequim

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O grupo de tecnologia chinês Xiaomi, conhecido pelos seus telemóveis e outros dispositivos, assinou um acordo com as autoridades de Pequim para construir uma fábrica de veículos elétricos, com capacidade para produzir até 300.000 unidades por ano, informou esta segunda-feira, dia 29 de novembro, o portal de notícias económicas Yicai.

Pelo que é conhecido até ao momento, esta fábrica será construída em duas fases e só começarão a sair veículos do estabelecimento em 2024. Além disso, a fabricante chinesa também irá avançar com a construção do seu ‘quartel-general’ e dos escritórios de vendas e pesquisa do segmento automóvel na Zona de Desenvolvimento Económico e Tecnológico de Pequim.

Lei Jun, CEO da Xiaomi, vai liderar esta divisão automóvel pessoalmente e os objetivos são promissores. O executivo admitiu em outubro que a produção em massa será iniciada em 2024.

O investimento da Xiaomi será bastante substancial. É importante recordar que a fabricante chinesa planeia investir qualquer coisa como 10 mil milhões de dólares em 10 anos nesta indústria.

Em setembro, a empresa formalizou a criação da sua nova subsidiária dedicada a este tipo de veículo, com um capital inicial de 1.389 milhões de euros.

Mais de 500 funcionários trabalham já nesta nova subsidiária. De acordo com a gigante de tecnologia, a empresa já fabrica alguns veículos elétricos de pequeno porte e, em parceria com a chinesa Super Soco, motocicletas elétricas.

Para além de tudo isto, segundo informações do site chinês 36kr, a Xiaomi e a Huawei fizeram um investimento de 5 mil milhões de yuans (aproximadamente 782 milhões de dólares) na Beijing Weilan New Energy Ltd., uma empresa fornecedora de baterias elétricas com sede na China. 

Analisando o contexto, a Weilan New Energy já forneceu baterias elétricas para empresas como a startup NIO, de veículos elétricos chineses.

A partir de 2024 haverá, então, mais uma grande empresa a entrar no mundo dos veículos elétricos concorrendo com a Tesla, que neste momento parece distanciar-se das concorrentes. Resta saber se será suficiente para abanar a quota de mercado da gigante norte-americana. 

Autor: Henrique Gil

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
bitcoinBitcoin
$ 23,918.41
$ 23,918.41
0.98%
ethereumEthereum
$ 1,877.30
$ 1,877.30
2.07%
xrpXRP
$ 0.376548
$ 0.376548
0.19%
cardanoCardano
$ 0.563074
$ 0.563074
1.36%

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img