fbpx

Taxas de juro: como ficar protegido?

⏱️ Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Os bens e serviços que estão à disposição dos agentes económicos são todos tabelados por um preço. O dinheiro também tem um preço que é dado pela taxa de juro.

Em termos técnicos, considera-se que a taxa forward diz respeito à taxa de juro no futuro, ou seja, à taxa de juro esperada; enquanto que a taxa de juro spot corresponde à taxa de juro no presente momento.

Mais focado numa visão empresarial, existem formas das empresas se protegerem do risco de taxa de juro. Tratam-se de instrumentos financeiros que permitem esta mesma proteção, sendo os mais importantes: forward rate agreements, swaps e caps, floors e collars.

Forward rate agreements (FRA)

Um contrato de FRA é efetuado entre duas partes que pretendem proteger-se de movimentos das taxas de juro que lhes podem ser desfavoráveis. Assim sendo, pode-se estar perante um comprador de um FRA (alguém que pretende financiamento) ou um vendedor de um FRA (alguém que pretende fazer uma aplicação), sendo que o comprador receia a subida da taxa de juro, por isso, fixa o custo máximo para o seu financiamento, pagando uma taxa fixa previamente acordada. Já um vendedor de um FRA receia a descida da taxa de juro, pelo que garante níveis mínimos de rendibilidade, recebendo uma taxa fixa previamente acordada. Desta forma, um contrato de FRA permite que as empresas saibam antecipadamente quais são os custos de um financiamento ou os ganhos de uma aplicação, de maneira a poderem proteger-se de evoluções desfavoráveis de taxas de juro.

Swaps

É possível efetuar swaps sobre divisas e sobre taxa de juro. Porém, o foco será nos swaps sobre taxas de juro. Um swap consiste numa troca de taxa de juro quando existe uma vantagem comparativa. Ocorre sempre entre duas entidades que se pretendem financiar em modalidades diferentes, isto é, normalmente, uma empresa pretende financiamento em taxa de juro fixa e a outra em taxa de juro variável. Dadas as características de cada entidade, o banco apresenta taxas diferentes a cada uma. Assim, as entidades, caso tenham vantagem, realizam um swap, isto é, a entidade que pretende financiar-se em taxa de juro fixa tem uma vantagem comparativa caso se financie em taxa de juro variável e a outra entidade, apesar de querer taxa de juro variável, apresenta uma vantagem comparativa em taxa de juro fixa, pelo que se financiam nas taxas que têm maior vantagem e depois trocam com a outra entidade. O objetivo de um swap é, então, obter uma taxa de juro mais baixa do que aquela que o banco propõe, pelo que é necessário que cada empresa se financie no mercado em que tem uma vantagem comparativa.

Caps, floors e collars

Ao efetuar um contrato cap estará a limitar o custo máximo do empréstimo, não sendo necessário abdicar dos ganhos resultantes de descidas de taxas de juro, visto que o empréstimo é realizado a taxas variáveis. Assim, quem vende um cap assegura, a troco do pagamento de um prémio, que a taxa de juro não excede a taxa acordada. Por exemplo, se a empresa fixar uma taxa de juro de 5%, significa que o custo máximo que o seu financiamento pode ter é o pagamento de uma taxa de juro de 5%. Se as taxas forem superiores a 5%, a empresa exerce o cap. Caso as taxas de juro não excedam 5%, a empresa paga a taxa em vigor, ficando, assim, protegida.

Em relação aos contratos de floors, a lógica é a mesma de um contrato de cap mas, neste caso, estará a fixar a remuneração mínima de uma aplicação. Assim, as entidades protegem-se de descidas de taxa de juro, fixando uma taxa de juro mínima a que são remuneradas pela aplicação efetuada.

Por fim, tem-se que os contratos de collars são a junção dos contratos de caps e de floors, pois possibilitam o estabelecimento, em simultâneo, de um limite superior e inferior para a variação da taxa de juro subjacente a um empréstimo ou a uma aplicação. Assim, é possível manter a taxa de juro acordada dentro de uma banda de variação.

Autora: Márcia Soares

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
bitcoinBitcoin
$ 42,420.00
$ 42,420.00
1.2%
ethereumEthereum
$ 3,232.77
$ 3,232.77
2.92%
binance-coinBinance Coin
$ 478.02
$ 478.02
3.41%
xrpXRP
$ 0.768672
$ 0.768672
1.03%
cardanoCardano
$ 1.60
$ 1.60
13.98%

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img