Quanto custa começar um negócio? Há um mapa para ajudar!

Os Emirados Árabes Unidos (EAU) são o país mais caro para começar um negócio, enquanto que na Ruanda é completamente gratuito.

Fonte: Business Financing.co.uk

A imagem acima demonstra as grandes diferenças existentes, relativamente ao custo da criação de um negócio.

Começar um novo negócio deveria ser barato, certo? Caso tenha sucesso, há criação de empregos, riqueza e receita fiscal. No entanto, não é assim tão fácil, pelo menos não em todo o lado.

Sendo um empreendedor inexperiente, é necessário ultrapassar diversas barreiras, devido à burocracia entediante. Para piorar, estes passos podem ainda agravar o custo total.

Afinal quanto dinheiro tenho de desembolsar antes de começar? Baseado nos dados do Banco Mundial, o BusinessFinancing.co.uk criou um mapa onde responde a essa questão, mostrando grandes diferenças. 

Antes de começar, algum contexto:

  • Para melhor comparação, os valores foram todos convertidos para o Dólar Americano. É possível observar através do gráfico que os Emirados Árabes Unidos representam o país mais caro para construir um negócio, tendo um custo de aproximadamente $7.443,51. Por outro lado, na Ruanda é gratuito, tal como na Eslovénia, sendo que para este país europeu, é necessário ter um capital mínimo de €7.500 ($8.900).
  • No entanto, é importante ter em conta o custo de vida em cada país, com o intuito de tornar a comparação mais justa. Por exemplo, abrir uma loja no Cazaquistão custa $12, o que representa apenas 2% do salário médio, enquanto fazer o mesmo no Congo, custa $1.232, o que representa mais do dobro em relação ao rendimento anual.

Europa:

Fonte: Business Financing.co.uk

A Europa é um continente onde existe uma grande variedade de custos. Nesta escala, existem 12 países onde é menos de $100, em oposição aos 11 países do lado oposto, onde é necessário um valor bem mais elevado, $1.000.

  • Após a Eslovénia, o Reino Unido é o país europeu mais barato, onde são necessários apenas $17, batendo a Bielorrússia ($18,18).
  • O mais caro? Itália, onde é preciso desembolsar $4.895. Este valor representa mais do dobro da média salarial mensal, que se situa em $2.403.

América do Norte:

Fonte: Business Financing.co.uk

Nos Estados Unidos da América são necessários $725, sendo metade do custo no México ($1.463,81), mas 4 vezes mais do que no Canadá.

O valor nos EUA representa apenas 16% do salário médio mensal ($4.458). Porém, no país que faz fronteira a sul, o custo é quase igual a 2,5 vezes o salário médio da população.

O país mais barato é o Belize, onde são necessários cerca de $100, o que representa 33% da remuneração média mensal.

Em termos absolutos, as Bahamas são, sem dúvida alguma, o país mais caro ($1.810,92), mas em termos relativos, o valor no Haiti ($932,80) é cerca de 14 vezes o salário médio ($67).

América do Sul:

Fonte: Business Financing.co.uk

Começar um negócio é bastante dispendioso em países como Suriname, Equador, Bolívia e Uruguai, mas relativamente mais fácil nos restantes, principalmente na Venezuela e no Chile.

O Suriname é o país mais caro da América do Sul, em termos relativos e absolutos: possuindo um custo de $3.030, que é mais de 11 vezes o rendimento médio mensal, sendo que ainda acrescenta um valor extra de 8% para serviços de notariado.

No lado oposto da escala, é completamente diferente na Venezuela, onde são apenas precisos $0.21 para montar o seu negócio. Além disso, este valor já inclui a reserva do nome da empresa, uma publicação no jornal local e outras formalidades. Representa menos de 1% do salário relativamente baixo neste país ($1.232). Tudo isto faz sentido se tivermos em conta a crise que atravessa este país sul americano, sendo necessário remover as mais diversas barreiras, com o objetivo de atrair o maior número de empresas.

África:

Fonte: Business Financing.co.uk

No continente africano há um lado positivo, mas também um negativo, devido aos baixos salários. Por um lado, é muito vantajoso para quem procura trabalho manual, enquanto que, por outro lado, torna as coisas bastante complicadas para os empresários locais ao investirem na sua própria empresa. Em certos locais, esses obstáculos permanecem inalteráveis, mas outros países começaram a perceber os benefícios que as start-ups podem trazer.

  • O país mais caro, em termos absolutos, é a Guiné Equatorial, apresentando um custo de $2.322, o que representa mais de 7 vezes o salário médio mensal.
  • Em termos relativos, o Congo é o que mais se destaca pela negativa, dado que corresponde a mais de 25 vezes a remuneração média mensal, um dos valores mais elevados, não só de África, mas também do resto do mundo.
  • No entanto, do outro lado do rio do Congo, na República Democrática do Congo, o custo é de apenas $80. É um entre mais de uma dúzia de países onde se pode estabelecer um negócio por menos de $100, incluindo o Egito e a África do Sul.

dio Oriente e Ásia Central:

Fonte: Business Financing.co.uk

Esta zona do globo é caracterizada por apresentar duas regiões: a parte muito cara, concentrada no Médio Oriente, e o oposto, os países que estão localizados na parte central do continente asiático.

  • Como já foi referido anteriormente, os Emirados Árabes Unidos são o país mais caro para começar um negócio, mas em termos relativos não é tão elevado, dado que representa um pouco mais do dobro da remuneração média mensal da população local.
  • Os seus vizinhos, Catar ($3.951,94) e Arábia Saudita ($1.266,57), são igualmente dispendiosos. Por sua vez, o Bahrain ($230,78) é curiosamente barato, menos de um terço em relação ao Iémen ($807,79), um país marcado pela guerra e pela fome.
  • Por fim, o Quirguistão ($8,35) é o mais barato, sendo que os países que o rodeiam também se assemelham. Talvez as baixas taxas não sejam um fator decisivo no clima de estabelecimento de negócios, mas sim a iminência de uma guerra civil.

Ásia Leste e Oceânia:

Fonte: Business Financing.co.uk
  • Camboja é o país que se destaca, pela negativa. Apresenta o custo de $746, sendo o mais elevado de toda a região, representando 7,5 vezes o salário médio de um cidadão local.
  • Por outro lado, o mais barato é Timor-Leste que apresenta um custo de $10. Porém, apesar deste reduzido valor, ainda representa 9% da remuneração mensal.
  • É importante salientar a facilidade para começar alguma empresa na Nova Zelândia. Apresentando um custo de apenas $43,48 e sendo 2% do salário médio mensal ($2.838), é de facto bastante vantajoso, demonstrando valores reduzidos, quer seja em termos absolutos, como também, em termos relativos. Além disso, o Banco Mundial classifica a Nova Zelândia como sendo o melhor país, em termos de facilidade, para começar um negócio, dado que é necessário apenas um passo e menos de um dia para estar pronto a começar.

Autor: Pedro Vicente

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img