Qual será o futuro do ministro das infraestruturas João Galamba?

Fonte da imagem: GlobalNoticias

Após os recentes escândalos sobre a ineficiente gestão pública da TAP, mais um ministro do governo do Partido Socialista  pode cair nas próximas horas.

O primeiro-ministro, António Costa, reuniu-se hoje com o ministro que tutela a pasta das Infraestruturas,  João Galamba, depois de quebrar o silêncio sobre a polémica no caso TAP. Recorde-se que o primeiro-ministro quebrou esta segunda-feira o silêncio, sobre a polémica que envolve o ministro das Infraestruturas e o Serviço de Informações de Segurança (SIS) e revelou que “ninguém no Governo deu ordens ao SIS” para intervir na recuperação do computador do ex-adjunto de João Galamba. 

O primeiro-ministro aproveitou para defender João Galamba e sublinhou que não foi “nem tinha que ser informado” sobre a atuação do SIS. “É muito claro para mim que o ministro [das Infraestruturas] não escondeu nem pretendeu esconder qualquer documento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e entregou à CPI os documentos que estavam em causa. Acho normal que perante o roubo de um computador, que tem documentos classificados, haja um alerta e que as autoridades atuem em conformidade”, defendeu António Costa. 

Após estas sucessivas polémicas, o Presidente da República deixou claro que, no seu entendimento, o ministro das Infraestruturas não tem condições para continuar no Governo. Para Marcelo, o que se passou naquele Ministério, incluindo o recurso ao SIS, pôs em causa a credibilidade do Estado e das suas mais altas instituições, pelo que a expectativa em Belém é que Costa afaste Galamba.

O Partido Chega pediu que o ministro Galamba, bem como a ministra da Justiça, fossem ouvidos no Parlamento “para explicarem em que contornos foi chamado o SIS” no caso da recuperação do computador do ex-adjunto Frederico Pinheiro.

Recorde-se que a exoneração do ex-adjunto de Galamba, Frederico Pinheiro, foi conhecida na sexta-feira. De acordo com o ex-adjunto do ministro das Infraestruturas, João Galamba procurou omitir informação à comissão de inquérito à TAP. O SIS terá intervindo para recuperar o computador que Frederico Pinheiro levou do ministério das Infraestruturas para casa. 

O desgaste no governo Socialista é cada vez mais notório e a oposição insiste na dissolução da Assembleia da República. Caso isso acontecesse, Portugal correria o risco de entrar numa nova crise política tal como aconteceu quando António Costa perdeu o apoio dos partidos mais à esquerda na famosa “Geringonça”. Todavia, esta hipotética crise política seria provocada por uma maioria do PS.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img