Qual é a situação atual dos Mercados Financeiros?

Os preços das ações nos mercados financeiros sobem e descem, sem mostrar nenhuma direção em particular (“traded mix”) à medida que os investidores ponderam o otimismo sobre o crescimento económico, com a preocupação do aumento do número de casos de COVID-19. O preço do petróleo afunda e as obrigações permanecem “em alta”. Esta é a realidade dos mercados atualmente.

Os índices S&P500 e  Dow Jones Industrial Average pouco se alteraram, apesar de o primeiro ter sofrido oscilações à medida que o número de casos e  mortes em todo o mundo aumentava. O índice Russell 2000 desceu quase 2% e o índice com o maior número de empresas do setor tecnológico, Nasdaq 100,  aumentou cerca de 0,60%. 

Falando agora da Europa, o preço das ações caíram após a primeira-ministra da Alemanha, Angela Merkel, ter reforçado o confinamento até à Páscoa, afirmando que o país atravessa uma “nova pandemia”.

O dólar fortaleceu, enquanto que o rendimento das obrigações a 10 anos desceu pelo segundo dia consecutivo. O petróleo baixou para os $60 por barril devido ao receio do mercado estar com excesso de oferta.

Terça-feira simboliza o aniversário de um ano do mercado altista (em inglês, bull market), depois das ações terem recuperado fortemente “do fundo do poço”. Embora esta luta contra a COVID-19 tenha deixado os investidores numa posição desagradável, a estabilização no rendimento de obrigações do tesouro proporcionou um certo alívio. No ano passado, a pandemia fez com que o S&P500 caísse 30% em apenas 22 dias. Desde então o índice subiu cerca de 75%, marcando o melhor início de um novo bull market de sempre.

“Quando pensamos no quão longe chegamos, é realmente formidável”, afirmou Chris Larkin, diretor e gerente da E*Trade Financial. “Hoje o mercado encontra-se um pouco tenso ao considerar o que significa um ‘retorno passar a normal’ numa política monetária fácil, suporte fiscal e taxas de juros. Mas qualquer investidor que pensa que estamos prestes a cair, é importante lembrar que o mercado está a passar por ‘dores de crescimento historicamente saudáveis’ ​​e ainda há muita recuperação pela frente. ”

Autora: Margarida Fernandes | Fonte: Yahoo Finance

spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias

Artigos Relacionados

spot_img