fbpx

Primeira aquisição de imóvel através de criptoativos na Europa

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

mercado imobiliário português e europeu viveu, na passada quinta-feira, mais um momento que marcará a sua história. Foi vendida a primeira casa em Portugal mediante o pagamento criptoativos

A aquisição aconteceu na passada quinta-feira, dia 5 de maio de 2022 e trata-se de um apartamento T3 em Braga, comprado pelo preço de três bitcoins, algo que rondará cerca de 110 mil euros. 

Com esta aquisição, foi transacionada, pela primeira vez, quer em Portugal bem como na Europa, uma casa só com criptomoedas, sem que tivesse sido necessária qualquer conversão para euros.

A escritura do apartamento foi assinada na Póvoa de Varzim, distrito do Porto. Em conformidade com o novo regulamento da Ordem dos Notários, lançado no mês passado, a realização de operações 100% cripto já são permitidas. 

Todo este processo torna-se viável mediante uma permuta: o comprador entrega as suas criptomoedas ao vendedor e dá-se uma troca do “dinheiro digital” pelo direito à habitação

Antes da emissão do novo regulamento estas transações não eram permitidas, pois, no momento de aquisição de imóveis, sendo que era necessário que houvesse, em primeiro lugar, uma conversão das criptomoedas em euros, de forma que a operação se realizasse.

Foi a mediadora imobiliária Zome quem anunciou, esta sexta-feira, em conjunto com a sociedade de advogados Antas da Cunha ECIJA e com parceiros do Crypto Valey, na Suíça, que tinha sido realizada a “primeira escritura pública em criptoativos” na Europa. 

Para Carlos Santos, chief technology officer da Zome, empresa que realizou a escritura do T3, “o futuro da mediação passará pelos criptoativos”, acrescentando que, por essa mesma razão, acreditam que esta transação dará início “a todo um novo mundo de possíveis negócios”.

A empresa garante que, para o futuro, estará empenhada em “continuar a apostar na tecnologia e posicionar-nos na linha da frente no mundo web 3.0″.

De notar, ainda, que caso a transação imobiliária com as criptomoedas superasse os 200 mil euros, para além de inúmeras comunicações que teriam de ser feitas, a operação teria de ser comunicada às autoridades, sendo também necessário comparar o valor das criptomoedas à data do contrato-promessa e à data da escritura.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
bitcoinBitcoin
$ 20,747.00
$ 20,747.00
2.3%
ethereumEthereum
$ 1,187.85
$ 1,187.85
2.68%
xrpXRP
$ 0.353754
$ 0.353754
2.63%
cardanoCardano
$ 0.486175
$ 0.486175
3.55%

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img