Prestação da casa irá aumentar mais de 90 euros até ao final do próximo ano

O Banco de Portugal estima que a taxa Euribor suba até aos 3% no próximo ano, o que irá significar um aumento da prestação média das famílias de 90 euros, até ao final de 2023. De salientar que este aumento irá atingir cerca de 1,4 milhões de famílias. Contudo, apesar das más notícias, é importante ressalvar que nem todas as famílias sentirão os impactos da mesma forma.

41% dos contratos de empréstimos à habitação

No universo de 41% dos contratos de empréstimos à habitação, o que em termos reais diz respeito a 575 mil contratos, espera-se que o aumento da prestação entre junho de 2022 e dezembro de 2023 esteja na ordem dos 50 euros. Nesta categoria estão incluídos os contratos mais antigos e cujo valor do capital em dívida é mais reduzido.

18,1% dos contratos terão um cenário mais penalizador

Por outro lado, para cerca de 18,1% dos contratos (253 mil contratos), o cenário será muito mais penalizador. Nesta categoria, o aumento dos juros irá traduzir-se num aumento da prestação do crédito à habitação acima dos 150 euros até ao final do próximo ano. 

Esta variação, apesar das mesmas condições contratuais, tem origem nas diferenças nos montantes em dívida.

O que irá pagar em média cada família?

Tendo por base todos os dados e números acima referidos, cada família com crédito à habitação irá pagar em média uma prestação mensal de 279 euros no final de 2023, enquanto há cinco meses atrás pagavam menos de 190 euros. Apesar de todo este cenário, o Banco de Portugal prevê que o facto de as famílias terem reduzido o endividamento e aumentado as suas poupanças nos últimos anos, pode contribuir para um alívio dos encargos mensais com o crédito à habitação.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img