Portugal terá de investir 7% do PIB em energia verde! BEI investiu 21 mil milhões em 2021

spot_imgspot_img

O Banco Europeu de Investimentos, BEI, divulgou, na semana passada, numa conferência organizada pelo ISEG- Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa- e com o patrocínio do Presidente da República, que o BEI investiu, em 2021 14 mil milhões de euros em projetos ligados a transição verde e que incluíram projetos como “… parques solares e eólicos, hidrogénio verde, redes elétricas e armazenamento de baterias e medidas de eficiência energética em edifícios e na indústria” afirmou o presidente do BEI, Werner Hoyer.

Portugal já foi apoiado pelo Banco europeu de investimento com a criação do Windfloat.

Quanto à mobilização de recursos, Hoyer, afirma que há capital disponível para financiar a transição energética, devendo, este, ser melhor canalizado. Para isso aponta o financiamento público utilizado de forma hábil uma forma de mobilizar o financiamento privado que todos precisamos.

No que toca a Portugal, e segundo projeções do BCE vai ter de investir cerca de 7% do PIB, anualmente e até 2030, na transição “verde”. Este valor corresponde a cerca de 17 mil milhões de euros o que, ao contrário de outros países, 80% deste valor deverá ser investido por privados ainda que o “…setor público tenha um papel central como catalisador para a transição.”, afirma o BCE, dando o exemplo do investimento público direto ou o co-financiamento, as parcerias público privadas e as garantias do Estado como soluções que o Estado pode por ao dispor das empresas.

É também necessário uma atenção especial com a percentagem que deverá ser paga pelas empresas privadas, 80%, uma vez que, na zona euro, em média, 45% do financiamento total deve ser do setor público, sendo que o restante é pago pelo setor privado.

O Banco Central Europeu dá conta que o valor financiado pelo programa, NextGenerationEU, apenas pagará 5% do valor total da transição “verde” necessária.

Para o BCE é preciso incentivos mais robustos e sugerem a isenção dos gastos com investimento público nas regras orçamentais.

spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img