Porsche entra em bolsa e encaixa 9,4 mil milhões

spot_imgspot_img

A fabricante de automóveis desportivos Porsche entrou na bolsa de Frankfurt e encaixou 9,4 mil milhões de euros, o que representa o maior negócio de ações em contexto europeu na última década. 

O preço inicial das ações da empresa foi de 82,50 euros, o que a avaliava em mais de 76 mil milhões de euros.

O capital social da Porsche foi dividido entre ações com e sem direito a voto, com a fabricante alemã Volkswagen a manter 75% de todo o capital da empresa. 

Dos 25% restantes, 12,5% das ações foram diretamente para a família Porsche e Piech, através da sua empresa de investimento Porsche SE. 

Os restantes 12,5% do capital total, que correspondem apenas a ações sem direito a voto,  entraram em bolsa e acabaram por ser adquiridas, em grande parte, por quatro investidores: fundo soberano do Qatar, fundo soberano norueguês, a T. Rowe Price e a ADQ.

A entrada em bolsa trará tanto vantagens para a Porsche como para a Volkswagen. Em relação à Volkswagen, as receitas da operação dar-lhe-ão flexibilidade adicional relativamente à transição para a eletromobilidade e para a transformação digital. Já em relação à Porsche, a entrada dar-lhe-à uma maior independência empresarial.

Arno Antlitz, Diretor Financeiro e de Operações da Volkswagen, revelou estarem satisfeitos por terem sido capazes de realizar a operação com êxito e acrescentou ainda que a elevada procura das ações mostra a confiança que os investidores têm na Porsche.

É previsto que cerca de 49% das receitas desta operação sejam distribuídas pelos acionistas da Volkswagen e que sejam ainda distribuídos bónus especiais pelos empregados.

spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img