fbpx

Pode a transição energética originar mais inflação?

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Isabel Schnabel, responsável executiva do Banco Central Europeu (BCE) pelo departamento de Operações de mercado, mostrou-se preocupada com as políticas para combater o aquecimento global, uma vez que estas podem contribuir para a continuação do aumento dos preços da energia. Deste modo, o BCE pode ser obrigado a retirar os estímulos à economia mais cedo do esperado.

Como é do conhecimento geral, a economia mundial atravessa um período de inflação acentuada no setor da energia. Por exemplo, neste momento, a inflação na zona euro é de 5%, os preços da energia subiram 26% em comparação ao ano anterior e o preço do gás natural atingiu o valor mais alto de sempre em 2021.

Apesar de o BCE considerar que se trata de um crescimento temporário, Isabel Schnabel alertou que a transição para a energia verde, de acordo com as metas do Acordo de Paris, pode levar a entidade responsável pelo Euro a reconsiderar esta posição. Este alerta foi proferido pela American Finance Association, no passado sábado, dia 8 de janeiro. A professora de economia considera que o tempo onde as alterações ao preço da energia eram temporárias ficou no passado. Hoje, a missão de salvar o ambiente obriga a que os preços dos combustíveis fósseis fiquem elevados de forma a desincentivar o seu consumo.

Deste modo, Isabel Schnabel, pede uma política monetária retracionista por parte do BCE  para conter a inflação atual originada por medidas como a taxa de carbono e por compensações financeiras para os cidadãos afetados pelos altos preços da energia.

No entanto, Philip Lane, chefe executivo do BCE, não concorda com estas medidas, uma vez que acredita que a oferta no mercado de energia se vai ajustar naturalmente, diminuindo os respetivos preços do setor e pressão inflacionista no mercado.

Por outro lado, a responsável executiva pelas operações de mercado argumenta que estas projeções têm um elevado grau de incerteza e que são bastantes conservadoras. Para além disso, estas suposições foram “derivadas por curvas futuras”, levando a que o setor da energia não contribua para os valores da inflação global.

Em suma, estamos perante duas visões distintas para a inflação da zona Euro e de novas variáveis, como a transição para a energia verde, que podem contribuir para a determinação de políticas monetárias à escala mundial.

Autor: Manuel Silva

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
bitcoinBitcoin
$ 42,365.00
$ 42,365.00
1.25%
ethereumEthereum
$ 3,237.09
$ 3,237.09
2.72%
binance-coinBinance Coin
$ 479.16
$ 479.16
3.23%
xrpXRP
$ 0.769462
$ 0.769462
0.93%
cardanoCardano
$ 1.59
$ 1.59
14.12%

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img