Plano de gestão energética em Espanha

spot_imgspot_img

A segurança energética está diariamente em perigo face à escassez de bens energéticos que se faz sentir na Europa. Espanha está a adotar restrições para conseguir garantir a reserva dos seus bens sendo que o governo espanhol está a adotar medidas relacionadas com a iluminação e ar condicionado em espaços públicos.

O “Plano de choque de poupança e gestão energética” anunciado pelo Governo espanhol prevê que os espaços refrigerados tenham uma temperatura mínima de 27 graus e que os aquecimentos, quando chegue o inverno, não subam acima dos 19.

Desta forma, o governo quer conter a utilização excessiva de energia e os estabelecimentos têm de cumprir com as normas, uma vez que todos os espaços com entrada direta desde a rua têm até 30 de setembro para instalar um sistema de portas que se mantenham fechadas quando não está a entrar ou a sair alguém, mantendo assim a estável climatização no interior dos espaços públicos com lojas e estabelecimentos comerciais.

Além disso, têm até 02 de setembro para afixar informação sobre a temperatura interior e as medidas adotadas para poupar energia visto que os estabelecimentos estão abrangidos por estas medidas até novembro de 2023. 

A poupança energética é crucial para o país e para a União Europeia, onde a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, defende a meta de redução de 15% do consumo de gás com o principal objetivo de criar uma “almofada” perante uma eventual rutura no fornecimento da Rússia.

Especificando, o decreto publicado pelo Governo espanhol prevê exceções para a climatização e aquecimento de espaços como as cozinhas dos restaurantes, ginásios, cabeleireiros, hospitais, lares de terceira idade ou laboratórios. Porém, a iluminação pública vai manter-se sem alterações, mas a iluminação das montras das lojas e dos edifícios públicos que não estão a ser usados vai ter de desligar-se a partir das 22:00.

Segundo o Governo espanhol, estas ações permitirão uma estimativa de poupança, ainda segundo o mesmo documento, equivalente de 7% no consumo de energia.

Esta é a realidade europeia em relação aos recursos energéticos existentes e, estando perante uma situação de escassez, os governos europeus devem seguir o exemplo espanhol e adotar restrições de forma a garantir a poupança no consumo de eletricidade. Pequenos gestos como a limitação de temperatura podem ser relevantes para uma percentagem mais elevada de poupança no final de cada mês.

spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
spot_imgspot_img

Artigos Relacionados

spot_img