Pentágono quer usar foguetes para entregar mercadorias

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

A força aérea americana anunciou através do Pentágono, na sexta-feira dia 4 de junho, que está a iniciar um programa de desenvolvimento que consiste na reutilização de foguetes para distribuírem rapidamente mercadorias ou outro tipo de bens pelo mundo.

O programa chama-se “Rocket Cargo” e tem uma despesa esperada de 50 milhões de dólares para 2022. O objetivo deste projeto é dar continuidade ao estudo que está a ser desenvolvido com a SpaceX e a Exploration Architecture Corporation (XArc).

Com o “Rocket Cargo” pretende-se sustentabilidade na aterragem dos foguetes, conseguindo eficazmente realizarem as entregas, como também diminuir o tempo de cargas e descargas, melhorando assim a eficiência deste tipo de transportes.

Neste momento, o pentágono está a considerar a hipótese de utilizar um foguete que está a ser desenvolvido pela SpaceX, uma empresa chefiada por Elon Musk. O foguete escolhido foi o Starship, que se encontra projetado para transportar grandes cargas entre as 30 e 100 toneladas, conseguindo ainda fazer aterragens verticais. 

A SpaceX ambiciona fazer uma viagem de Shanghai até Nova Iorque em 40 minutos, um objetivo bastante ambicioso. No entanto, com o investimento que está a ser alocado para este programa tal objetivo poderá num médio-longo prazo ser realizável, tanto mais que Virgin Galactic está a prever iniciar voos turísticos suborbitais em 2022, por isso é algo que poderá estar próximo da realidade.

Atualmente, o Pentágono encontra-se a averiguar quais as empresas privadas que apresentam uma melhor qualidade em relação aos seus foguetes para assim, darem continuidade a este programa após a assinatura dos respetivos contratos. 

Autor: Guilherme Padez dos Santos

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Última notícias

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img