O crescimento da Zoom obriga a urgentes aquisições

A Zoom tem como meta oferecer um serviço de videochamadas para as empresas poderem realizar de uma forma mais simples o seu trabalho em tempos de pandemia, e também ser o número um das empresas no que concerne à comunicação no trabalho.

Em apenas 14 meses, a Zoom ($ZM) atingiu o patamar dos 100 mil milhões de dólares, com apenas um serviço. Tal crescimento repentino não é comum, sendo que podemos comparar com a Salesforce ($CRM) que atingiu, passados 14 anos, um valor de 100 mil milhões de dólares.

A pandemia foi a grande máquina que despoletou o crescimento desta empresa de 9,2 mil milhões de dólares para 159 mil milhões de dólares no mês de outubro, igualando assim a Cisco ($CSCO).

Apesar do seu crescimento em receitas ter sido de 191% no último semestre, a empresa das “videochamadas” caiu cerca de um terço do seu valor desde então, devido, em grande parte, à sua grande concorrente Microsoft Teams.

A Zoom está no top 25 das empresas mais promissoras de tecnologia dos EUA, não só pelo facto de estar presente no mercado de ações permitir que a Zoom cresça, mas também por outros fatores internos. Esta comunicou, no início da passada semana, a aquisição da Five9 por 14,7 mil milhões de dólares.

Eric Yuan foi o engenheiro líder da WebEx até esta ter sido adquirida pela Cisco em 2007. Também Rowan Trollope foi aliado da Cisco em vários projetos, tendo-se tornado o CEO da Five9 em 2018.  

As negociações foram um processo longo e intenso nos últimos 3 meses. A Goldman Sachs e Qatalyst Partners foram os parceiros que aconselharam a Zoom e a Five9 nesta aquisição, respetivamente. A Zoom sofreu algumas modificações internas, colocando a CFO Kelly Steckelberg a liderar a área de Business Development. A Five9 manteve Yuan na linha da frente.

Aquisição ou começo do zero?

A razão pela qual esta aquisição se tornou tão demorada foi a grande oscilação dos preços das ações de ambas as empresas. Esta volatilidade atingiu os 10% em apenas uma semana.

Espera-se que este negócio venha a ter fim na primeira metade de 2022. A Zoom projeta lucros das vendas em cerca de 4,8 mil milhões de dólares, segundo a StreetAccount. Alguns dos analistas da BTIG afirmam ser mais lucrativo a aquisição e não o construir do zero.

A Zoom ainda é considerada uma “criança” no que diz respeito ao seu portfólio de produtos e serviços de software, quando comparada com a Salesforce e Adobe.  Yuan está a trabalhar e a fazer os possíveis para que esta não se venha a tornar num software temporário, isto é, que prevaleça apenas durante a pandemia.

Autor: Joana Marcos                      

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img