fbpx

O Canadá proibiu a compra de imobiliário aos estrangeiros. Descubra porquê

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O mercado imobiliário no Canadá disparou. Só no ano de 2021, os preços das casas subiram mais de 20%. A inflação sobre os imóveis do país da América do Norte, levou a que o primeiro-ministro, Justin Trudeau, anunciasse, no mês passado, que os estrangeiros estariam proibidos de comprar pertences imobiliários nos próximos dois anos.

Esta é uma tentativa de estabilizar os preços no mercado imobiliário, que enfrenta um dos maiores problemas de acesso à moradia do mundo. A proibição exime os estrangeiros que têm residência permanente no país e estudantes e trabalhadores vindos de outros países. 

De acordo com a OCDE, o preço das casas cresceu 41,9% mais rápido que os rendimentos das famílias, desde 2015. Este acontecimento representa a segunda maior subida de preços de sempre numa economia avançada, só ficando atrás da Holanda com 48,3%. Segundo este índice, a aquisição das habitações começa a escassear, devido aos elevados preços e à baixa procura.  

Apenas no último ano, os preços subiram mais de 20%, elevando o valor médio de venda dos imóveis para 817 mil dólares canadenses, o equivalente a mais de nove vezes a renda média anual das famílias.

Ben Myers, presidente da consultoria Bullpenn Research & Consulting em Toronto, classifica a decisão do primeiro-ministro canadense como não impactante na resolução do problema da inflação imobiliária. Segundo o analista, os estrangeiros apenas representam 1% das aquisições de imóveis em 2020, comparativamente a 9% em 2015 e 2016. Este, por sua vez, considera que o custo elevado dos imóveis no país se deve a um forte crescimento da população combinado com a escassez de oferta, que em parte é um reflexo das regras que restringem a expansão do mercado imobiliário. Myers ainda afirma que a pandemia agravou a fraca condição das transações de imóveis no Canadá. O surto de covid-19 proporcionou que o Canadá reduzisse as taxas de juro para mitigar os impactos da crise sanitária sobre a economia. Tal estímulo levou a que o custo de endividamento diminuísse, o que encorajou a procura de novas propriedades.

De facto, Justin Trudeau dá o primeiro passo em direção à resolução do problema dos preços, tal como prometeu na sua reeleição enquanto primeiro-ministro. De forma a dar continuidade a este projeto, Trudeau pretende estimular a área de construção e investimentos com milhares de milhões com o propósito de edificar novas habitações. Para além do referido, o liberal canadense procura propor novos estímulos neste âmbito, como o de criar uma conta-poupança isenta de impostos para a aquisição do primeiro imóvel e ainda trabalha em busca da limitação dos investidores imobiliários na compra destes bens de raiz.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
bitcoinBitcoin
$ 20,777.00
$ 20,777.00
2.57%
ethereumEthereum
$ 1,191.31
$ 1,191.31
2.74%
xrpXRP
$ 0.353913
$ 0.353913
3.15%
cardanoCardano
$ 0.48855
$ 0.48855
4.2%

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img