Novos investimentos da Berkshire Hathaway

Ações da gigante de telecomunicações Verizon (NYSE: VZ), da seguradora Marsh & McLennan (NYSE: MMC) e da empresa de energia Chevron (NYSE: CVX) dispararam na passada quarta-feira, 17 de fevereiro, pela mesma razão – Warren Buffett, o investidor bilionário e CEO da Berkshire Hathaway acredita na sua potencial valorização.

No final de 2020, a Berkshire possuía 48,5 milhões de ações da Chevron valorizadas em $4,1 milhares de milhões e 146.716.496 ações da Verizon valorizadas em $8,6 milhares de milhões, tornando-se assim a sexta maior holding do portfólio de Buffett.

Destacam-se os seguintes investimentos por parte da Berkshire Hathaway:

  • Apple (NASDAQ: AAPL) mantém-se a maior holding da empresa apesar de uma redução de 6% do número de ações para 887 milhões de ações no Q4 de 2020.
  • O número de ações da T-Mobile (NASDAQ: TMUS) duplicou para 5,2 milhões. Juntamente com a Verizon, ambas as empresas já iniciaram a implementação da tecnologia 5G.
  • O investimento na General Motors (NYSE: GM) foi reduzido de 80 milhões para 72,5 milhões de ações.
  • Restoration Hardware (NYSE: RH) foi das holdings no portfólio de Buffett que mais valorizou em 2020 com uma subida de 100%.

Se não fossem os resultados positivos da Apple e da Restoration Hardware entre poucas outras, o retorno dos investimentos da Berkshire Hathaway no passado ano teria sido bastante pior.

Em 2020, as holdings na banca e no setor da energia foram as mais penalizadas com a pandemia. Até mesmo a Coca-Cola (NYSE: KO), uma das mais famosas holdings da Berkshire, não variou na sua cotação no mercado de ações.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img