Nigéria vai exportar menos gás natural para Portugal

A Nigéria, principal fornecedor de gás natural da Galp, irá reduzir os seus envios de gás natural para solo nacional. Fonte oficial diz que a causa desta redução são as inundações que afetam o país africano.

Mais um problema a afetar o custo de vida das famílias portuguesas, a Nigéria, o maior fornecedor de gás natural da Galp e principal fonte de origem do gás natural em Portugal informou que iria reduzir as suas exportações para o nosso país. 

A Galp, num comunicado enviado à CMVM, diz que foi informada pela Nigéria GNL Limitada que derivado às graves cheias que afetam o país iria reduzir a sua produção e envio de GNL para solo luso.

Neste momento ainda não é possível contabilizar os efeitos deste decréscimo, a Galp  promete que irá informar sobre “qualquer desenvolvimento significativo”, mas convém relembrar que já no mês passado, o ministro do Ambiente, Duarte Cordeiro, dizia que havia a possibilidade da Nigéria não enviar as quantidades previstas (sendo que desde o ínicio do ano já se verificaram falhas em quatro entregas), o que faria poderia fazer aumentar o preço do gás natural. Este aumento poderá ser observado também no mercado regulado, uma vez que a maior parte do gás utilizado para este mercado é exportada pelo país africano.

No entanto, o Ministério do Ambiente, não fala já em risco de escassez, afirmando que “não existe neste momento qualquer confirmação de redução nas entregas de gás da Nigéria”, realçando que mesmo que se venha a verificar uma redução das entregas nigerianas, “não há escassez no mercado”.

São cada vez mais famílias e empresas a transitar do mercado liberalizado para o mercado regulado da energia em Portugal, para fugirem da escalada de preços que se tem verificado derivado à crise inflacionária provocada pela invasão da Ucrânia e pela pandemia. Estima-se que neste momento cerca de 300 mil clientes utilizem o mercado regulado, mas que esse valor possa disparar para valores superiores a um milhão durante os próximos tempos.

Autor: Mário Costa

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img