NAV sugere aumentos entre 0,9% e 4% incluindo retroatividade a janeiro de 2022

A NAV Portugal, empresa prestadora de serviços de navegação aérea apresentou aos seus trabalhadores uma proposta de aumentos entre 0,9% e 4%, com retroatividade a janeiro de 2022, assim como, a subida das ajudas de custo. 

NAV Portugal

A NAV Portugal é uma empresa prestadora de serviços de navegação aérea, operando no espaço aéreo sob responsabilidade de Portugal. A empresa conta com uma equipa de 1.000 técnicos altamente qualificados, os quais asseguram a segurança de passageiros e aviões 24 horas por dia, 365 dias por ano.

Aumentos entre 0,9% e 4%

Através de comunicado, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil revelou que foi convidado para uma reunião no dia 22 de dezembro de 2022, com a NAV Portugal. Nessa reunião foram apresentadas duas propostas concretas: aumentos na ordem dos 0,9% e 4% com retroatividade a janeiro de 2022; assim como, o aumento das ajudas de custos no que diz respeito a refeições em deslocação de serviços de 12,5 euros para 17,5 euros, sendo este aumento aplicável a partir do dia 1 de janeiro de 2023.

Aumentos não invalidam futura negociação de um novo acordo de empresa

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil, ressaltou que em concordância com as declarações da empresa, estes aumentos não invalidam uma futura negociação de um novo acordo com a organização empresarial. Além desta consideração, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil também afirmou que já solicitou o envio da nova grelha salarial, a qual já inclui os valores propostos pela empresa, para que estes possam ser discutidos e aprovados.

Progressões não automáticas

A estrutura sindical, refere que se encontra a aguardar o envio da nova proposta de grelha salarial, garantindo que informará todos os associados e trabalhadores do resultado das negociações, assim que as mesmas estejam estabelecidas. Um dos maiores lamentos do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil prende-se com o facto de este ano não terem lugar as tradicionais progressões não automáticas, o que na opinião da estrutura sindical prejudica em larga escala quem não sobe de nível desde 2019.

 

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img