fbpx

McDonald’s limita a venda de batatas fritas no Japão

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O franchising americano McDonald’s ($MCD) enfrenta, atualmente, uma crise no fornecimento de batatas fritas congeladas, no mercado asiático, mais concretamente no Japão. A partir do próximo domingo, dia 10 de janeiro, mais de 3.000 restaurantes irão racionar o tamanho das doses de batatas fritas vendidas aos seus clientes. Deste modo, serão vendidas, somente, as porções mais pequenas do referido produto. De notar que, no período relativo ao horizonte temporal decorrido entre 24 e 30 do passado mês de dezembro, também sucedeu um racionamento equivalente.

Como consequência do referido racionamento, os clientes do McDonald’s Japão poderão usufruir de um desconto de 50 ienes (o equivalente a 38 cêntimos, de acordo com a atual taxa de câmbio), na compra de todos os menus que incluíssem a segunda maior porção de batatas fritas.

De acordo com o CEO do McDonald’s Japão, Tamotsu Hiiro, a mais recente quebra de oferta teve como principais motivações um conjunto de inundações ocorridas na América do Norte, mais concretamente no Canadá (um ponto geográfico importante na rota de comercialização de produtos para o Japão), bem como o impacto da atual pandemia da covid-19 no aumento da morosidade de todos os processos de distribuição, a nível mundial.

Não é a primeira vez que a companhia americana é alvo de ruturas de oferta por parte dos seus fornecedores. Em meados de agosto de 2021, devido à crise ocorrida no setor da distribuição (fruto de políticas resultantes do Brexit), os restaurantes McDonald’s, no Reino Unido (ao todo, 1.250 estabelecimentos), sentiram-se na necessidade de retirar do seu menu produtos como batidos e bebidas engarrafadas.

Como referido anteriormente, a corrente pandemia da covid-19 teve (e continua a ter) um impacto significativo em inúmeras cadeias de distribuição, a nível global. No setor automóvel, por exemplo, a escassez de microchips provocou uma redução significativa da produção de automóveis. A Toyota ($TM), foi um dos fabricantes mais afetados, no âmbito do mercado asiático.

 Autor: Alexandre Lima

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias
bitcoinBitcoin
$ 23,961.42
$ 23,961.42
0.61%
ethereumEthereum
$ 1,880.53
$ 1,880.53
1.49%
xrpXRP
$ 0.377149
$ 0.377149
0.23%
cardanoCardano
$ 0.564351
$ 0.564351
1.56%

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img