Mais províncias chinesas procedem à proibição de mineração de crypto

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Com a ordem de Beijing de fechar todos os negócios de mineração de criptomoedas, cada vez mais províncias chinesas põem em prática medidas de proibição de mineração de crypto, tendo as mais recentes sido as de Qinghai e a de Xinjiang. Qinghai é o nono maior ponto de mineração da China, enquanto que Xinjiang ocupa a primeira posição.

Segundo a Reuters e as autoridades locais, foi na passada quarta-feira, dia 9 de junho, que o escritório de Qinghai do Ministério da Indústria e Tecnologia de Informação da China proibiu qualquer futura ou já existente atividade de mineração. Desta forma, qualquer cryptominer que alegue deter um projeto relacionado com big data ou centros de supercomputação será punido, enquanto que as empresas locais estarão também proibidas de fornecer espaço e alimentação energética para este tipo de atividades.

A Comissão de Desenvolvimento e Reforma da Prefeitura de Changji Hui de Xinjiang emitiu também um comunicado, na passada quarta-feira, com o intuito de limpar o setor na região. Todos os projetos relacionados com a atividade de mineração de criptomoedas do Parque Nacional de Desenvolvimento Económico-Tecnológico Zhundong foram ordenados a fechar.

Sendo a China responsável por mais de metade da produção de Bitcoin ($BTC) a uma escala global, todas estas medidas restritivas têm provocado grandes preocupações em todos os intervenientes do mercado, que se encontram agora num panorama completamente diferente daquele em que estavam há cerca de 2 meses atrás: “Estamos num momento de viragem para toda a indústria de mineração aqui na Ásia.” – referiu Lei Tong, diretor de gestão de serviços financeiros da Babel Finance.
Face às condições desfavoráveis para a continuação da atividade, cada vez mais cryptominers procuram alternativas de forma a poderem continuar as suas operações: “Muitos miners estão agora seriamente a reavaliar os seus planos operacionais uma vez que os regulamentos instaurados são desfavoráveis para o crescimento dos seus negócios.”. Sendo uma das opções a emigração da sua atividade para outros locais do globo: “A procura de novos destinos está realmente a acontecer numa escala global com a América do Norte e Europa a serem dos destinos mais bem posicionados, seguidos de países da Ásia Central e Médio Oriente” disse Tong.

Autor: César Dias Fernandes

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Últimas notícias

bitcoinBitcoin
$ 32,482.00
$ 32,482.00
1.01%
ethereumEthereum
$ 2,072.31
$ 2,072.31
3.83%
binance-coinBinance Coin
$ 289.54
$ 289.54
1.52%
xrpXRP
$ 0.597050
$ 0.597050
3.36%
cardanoCardano
$ 1.18
$ 1.18
0.47%

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img