IRS jovem: Conheça todas as alterações

A proposta para o orçamento do estado de 2023 foi divulgada no início da passada semana, tendo sido várias as alterações realizadas no Imposto sobre o rendimento das pessoas singulares. Conheça as alterações no IRS jovem. 

O que é o IRS jovem? 

O IRS Jovem é um regime especial de tributação destinado aos jovens que se encontrem a iniciar o seu percurso profissional, após a conclusão de um ciclo de estudos igual ou superior ao nível 4 do Quadro Nacional de Qualificações

Este consiste na isenção de imposto sobre uma percentagem dos rendimentos do trabalho, que se destina a todo os jovens entre os 18 e os 26 anos com curso profissional ou superior, ou 30 anos no caso de doutoramento. 

Quais as alterações que ocorreram? 

As alterações prenderam-se com o aumento das taxas de isenção aplicáveis aos rendimentos e dos limites máximos do benefício. 

De acordo com a proposta do Orçamento do Estado de 2023 os aumentos são os seguintes: 

– Primeiro ano: aumenta a isenção dos rendimentos para 50% (face a 30%);

  – Segundo ano: aumenta a isenção dos rendimentos para 40% (face a 30%);

– Terceiro ano: aumenta a isenção dos rendimentos para 30% (face a 20%);

– Quarto ano: aumenta a isenção dos rendimentos para 20% (face a 20%);

– Quinto ano: aumenta a isenção dos rendimentos para 20% (face a 10%);

No que respeita os limites máximos de isenção os aumentos foram os seguintes:  no primeiro ano o aumento foi de 7,5xIAS para 12,5xIAS, no segundo e terceiro ano de 7,5xIAS e 5xIAS para 10xIAS no segundo e 7,5xIAS no terceiro, de 5xIAS para 7,5xIAS no quarto ano e de 2,5xIAS para 5xIAS no quinto ano. 

Já o valor do IAS deverá também sofrer uma atualização de 8% em 2023, passando para 468,7 euros.

Qual o impacto destas alterações?

Estas alterações podem representar uma poupança para os jovens de praticamente um salário no primeiro ano de apoio, e nos restantes 5 anos de mais de três salários no total. Assim, num total de cinco anos a poupança no IRS pode chegar a ultrapassar os 4.000 euros. De acordo com as estimativas do governo estas novas regras deverão abarcar cerca de 100 mil jovens por ano, e deverão custar ao estado cerca de 15 milhões de euros.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img