Influência da final do Euro 2020 nos preços das ações italianas e inglesas

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Já não é novidade que uma má gestão das emoções por parte dos investidores influencia, em grande parte, o seu tipo de comportamento e decisões de investimento, e no mundo do futebol, isso não é exceção.

Na segunda-feira, após a final do Euro 2020 e a taça ter chegado a Roma, o mercado de ações italiano subiu, com o índice FTSE MIB (índice de referência do mercado de ações da Borsa Italiana – principal bolsa de valores italiana) a aumentar 0,92%. Pelo contrário, verificou-se uma descida no mercado de ações do Reino Unido.

Coincidência? Provavelmente não. Vários analistas mostraram que, geralmente, o mercado de ações de qualquer país é influenciado negativamente, quando a sua equipa é eliminada das principais competições mundiais/europeias. 

O estudo “Sports Sentiment and Stock Returns” feito pelos professores de finanças Alex Edmans (London Business School), Diego Garcia (University of Colorado Boulder) e Oyvind Norli (Norwegian School of Management) é considerado o estudo mais conhecido sobre este tópico. Após análise das reações do mercado de ações em mais de 2000 eventos internacionais, chegaram à conclusão que, em média, quando uma equipa de determinado país era eliminada, o seu mercado de ações produzia um retorno significativamente abaixo da média no período imediatamente a seguir à sessão de trading. Surpreendentemente, não encontraram nenhum retorno acima da média após a vitória de uma equipa em competições deste gênero.

O mesmo se constatou no último Mundial, em julho de 2018. Ao longo da competição, o ETF Vanguard Total Stock (VT) desceu 0,9%.

Haverá o mesmo efeito nos Jogos Olímpicos? A grande competição começa já dia 23 de julho. Um dos professores, Admans, é contra a inclusão deste evento na sua pesquisa uma vez que há menos “orgulho nacionalista em jogo” e um país não é “eliminado” quando um dos jogadores não alcança o devido pódio, por exemplo. Mas a verdade é que nos últimos Jogos em 2016, o ETF Vanguard Total World Stock subiu 1,9%.

Como é possível constatar, as emoções desempenham um papel substancial nas nossas decisões. Por muito que pensemos ser investidores cautelosos, prudentes e racionais, estes estudos sobre o sentimento desportivo e o retorno das ações é só um de muitos outros estudos a provarem-nos exatamente o contrário. 

Para mais informações sobre a influência das emoções nos nossos comportamentos nos mercados financeiros, consultar os nossos artigos: “Finanças comportamentais: Introdução” e “A psicologia do mercado”.

Autora: Margarida Fernandes   

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Última notícias

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img