Greve na CP e IP já começou

Esta terça-feira foi o ínicio que, para muitos portugueses, irá complicar a sua vida pessoal e profissional. 

Um total de sete sindicatos deram início a novas greves no setor ferroviário, sendo que os Comboios de Portugal, CP, e a Infraestruturas de Portugal, IP, irão participar numa greve que durará até ao final do próximo mês, incluindo um dia de 24 horas de paralisação total, no dia 6 de abril.

Num total de 7 dias, ou sjea, do dia 28 de março até ao quarto dia do mês de abril, haverá greve na IP das 00h00 às 2h00 e até 30 de abril os sindicatos cumprem greve na IP e na CP a partir da oitava hora de serviço.

Não se engane. As más notícias não ficam por aqui

Entre esta terça-feira e 30 de abril, o suposto último dia de greve, os trabalhadores da CP “cujo seu período normal de trabalho abranja mais de três horas durante o período compreendido entre as 00h00 e as 5h00, entrarão em greve a partir da sétima hora de serviço” e entre 10 e 30 de abril.

Já na IP, “os trabalhadores cujo seu período normal de trabalho abranja mais de três horas durante o período compreendido entre as 00h00 e as 5h00, entrarão em greve a partir da sétima hora de serviço”.

Quais são os sindicatos presentes?

  • ASCEF – Associação Sindical das Chefias Intermédias de Exploração Ferroviária;
  • SINFB – Sindicato Nacional dos Ferroviários Braçais e Afins; 
  • SINFA – Sindicato Independente dos Trabalhadores Ferroviários, das Infraestruturas e Afins; 
  • FENTECOP – Sindicato Nacional dos Transportes Comunicações e Obras Públicas; 
  • SIOFA –  Sindicato Independente dos Operários Ferroviários e afins;
  • ASSIFECO – Associação Sindical Independente dos Ferroviários de Carreira Comercial; 
  • STF – Serviços Técnicos Ferroviários.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img