França proíbe voos domésticos de curta distância

A França vai proibir voos domésticos de curta duração, menos de 2:30h, sempre que estas cidades estejam ligadas por caminho de ferro, o principal objetivo é reduzir a pegada carbónica.

A partir de hoje ficaram proibídos em França todos os voos de menos de 2:30h de duração entre cidades francesas. Esta medida, que entrou em vigor às 0 horas, tem como principal objetivo reduzir as emissões de carbono dentro do país. 

Com esta medida deixam de existir ligações aéreas entre Paris e cidades como Lyon, Nantes, Bordeaux ou Rennes, que têm ligações de alta velocidade com a capital, cuja duração é inferior às 2:30h.

Esta medida que agora entrou em vigor tinha sido planeada aquando da discussão da Lei do Clima, aprovada em agosto de 2021. No entanto, não se livrou de muita polémica, uma vez que a associação francesa de aeroportos decidiu interpor um recurso para a Comissão Europeia, que no entanto foi recusado durante o mês de dezembro pela instituição europeia.

Segundo o ministro dos Transportes francês, Clement Beaune, “Enquanto lutamos incansavelmente para descarbonizar os nossos estilos de vida, como podemos justificar a utilização do avião entre as grandes cidades que beneficiam de ligações regulares, rápidas e eficazes por comboio?”. 

Sendo que é certo que a União Europeia apenas permitiu que esta medida fosse aprovada nos casos em que exista uma rede de alta velocidade que sirva como alternativa credível.

Se olharmos para alguns casos, até será agora mais rápido fazer esta deslocação, uma vez que contabilizando deslocação de e para os aeroportos, todos os processos de embarque e desembarque e a duração do voo, poderiam superar o tempo despendido na viagem de comboio.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img