NIO: Fabricante de carros elétricos cai a fundo em bear market, após constantes subidas

As ações da NIO ($NIO) encaminham-se cada vez mais para um bear-market, porém Wall Street focou-se nas “impressionantes” esperanças do fabricante de carros elétricos chinês para as vendas relativas ao primeiro trimestre. Registou-se uma quebra de 14,07% no valor das suas ações em comparação com o preço registado na segunda-feira.

De notar, que se registou um incremento de 133% nas receitas do quarto trimestre de 2020, porém também prejuízos maiores do que os esperados. As ações desceram a um valor tão baixo como 44,82 dólares, registando um decréscimo de cerca de 26% em relação ao seu recorde de encerramento que se situou nos 62,84 dólares a 9 de Fevereiro, o que implica a entrada em território de bear-market.

Edison Yu, analista no Deutsche Bank, destacou a “fascinante” orientação da NIO no primeiro trimestre, que exigiu a entrega de cerca de 20 mil veículos, um aumento entre 15% em relação às entregas do quarto trimestre. O analista prevê receitas entre 1,13 e 1,16 mil milhões de dólares para este ano.

Quanto às expectativas de entrega, na perspetiva de Yu há potencial para que o número ultrapasse as 100 mil entregas e que este facto “reflete o reconhecimento e apreciação da marca, colocando a NIO no caminho para ser líder de mercado no segmento premium na China”.

Dan Ives, analista da Wedbush, afirma que o mercado de carros elétricos na China “deverá passar de uma penetração de 4,5% para 10% nos próximos 2 anos e que a procura geral de veículos deste tipo está a aumentar o que beneficiará vendedores nacional e estrangeiros com uma posição dominante”.

Fonte

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img