Estado Português emite 750 milhões de Euros em Bilhetes do Tesouro

O Estado português, à semelhança do tem vindo a fazer ao longo do ano corrente, emitiu no dia 19 de outubro de 2022, através da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) mais 750 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro.

O leilão realizado pela agência competente tinha definido como montante indicativo o valor entre 500 milhões e 750 milhões de euros, sendo que segundo o IGCP o leilão teve uma procura de 1,74 vezes superior à oferta definida. 

De salientar que o preço médio que o estado vai pagar por esta emissão de dívida a 11 meses é de 2,1%, um preço que comparando com a última emissão de maturidade semelhante, em abril de 2002 é superior em 241 pontos-base. 

Segundo o Público, o Estado português financia-se a curto prazo, uma vez que a evolução das taxas de juro vivem um clima de incerteza e porque ao longo do ano já foram realizadas operações de longo prazo.

“A emissão de dívida pública é uma ferramenta que o Estado tem ao dispor para se financiar, quer para fazer face a operações que estão perto de vencer, quer para fazer face à diferença entre a despesa e a receita.”

Alexandre Borrega
spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias

Artigos Relacionados

spot_img