Comprar casa ou arrendar?

Esta é uma das questões mais perguntadas pelos portugueses, e não é de todo estranho, uma vez que o mercado imobiliário em Portugal é um dos mais instáveis e competitivos, no sentido em que os preços imobiliários estão sempre a especular, e devido ao interesse que Portugal gera na captação de investimento estrangeiro em Imobiliário.

Neste sentido, e cada vez mais, as pessoas perguntam-se se é mais viável comprar casa ou arrendar, ainda que as estatísticas provem que comprar é a opção mais recorrente, com 73,9% dos Portugueses com casa comprada, segundo o Jornal “Observador”. 

Neste sentido, há várias perguntas sobre as quais devemos refletir nomeadamente se se pretende aumentar o agregado familiar? Gosto da zona onde moro? Tenho estabilidade profissional ou prevejo alguma alteração na minha situação financeira para o futuro? Tenho condição financeira para pagar a entrada de uma casa e é possível que o seu valor de mercado especule? Estas são algumas das perguntas que devemos ter em mente antes de darmos o passo de comprar uma casa.

Vantagens de comprar uma casa

Comprar casa será, na grande maioria das vezes, uma opção de investimento de longo prazo. Uma das vantagens de comprar uma casa é o comprador estar a constituir património, havendo a possibilidade do seu valor especular no futuro. Quanto maior a diferença entre o que se deve no crédito habitação e o valor da sua casa, mais património se tem. 

Com a compra de uma casa, há também a possibilidade de haver uma redução na carga tributária, uma vez que quando se tem uma hipoteca, é possível deduzir os juros que são pagos de imposto de renda.

Há também toda a possibilidade de o comprador puder fazer alterações na casa com mais liberdade e ter a oportunidade de comprar casa num lugar mais favorável, uma vez que há mais opções para compra do que para arrendamento.

Existe também um senão, que são todos os custos que comprar uma casa apresenta.

Os bancos emprestam até 90% do valor do imóvel, ou seja, 10% é o valor mínimo de entrada que o comprador terá que dar. Existe também todo um conjunto de despesas associadas à compra como gastos notariais e de registo, IMT, imposto selo e ainda outras comissões, seguro de vida. Como pagamentos mensais há a questão da prestação ao banco e o valor anual do IMI, fora as despesas mensais de água, luz e gás, comuns ao arrendamento.

Vantagens de arrendar uma casa

Algumas das vantagens em ser um arrendatário de uma casa é a possibilidade de uma pessoa se poder mover facilmente; por norma, os contratos de arrendamento têm um período mínimo de 1 ano, contudo existem outras cláusulas que podem encurtar este período. 

Outra vantagem é não existirem custos de IMI ou de condomínio.

Uma desvantagem do arrendamento é o preço das rendas estarem constantemente a aumentar, novos contratos aumentaram 11,5% no segundo trimestre do ano (2021, pós covid) e prevê se que aumentem em 2023, segundo a deco https://www.deco.proteste.pt/dinheiro/arrendamento/noticias/rendas-casas-aumentam-2023.

Em suma, aquando da decisão de compra ou de arrendamento de um imóvel, é necessário ter em atenção vários fatores. Nada como um bom planeamento fiscal, perguntar a alguém informado quais as vantagens que o comprador poderá ter fiscalmente e quais as desvantagens, e se o imóvel poderá ter uma rentabilidade futura no caso de o comprador não se encontre mais no imóvel. De referir que não existe resposta certa, existem sim cenários mais favoráveis para situações de vida diferentes.

spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias

Artigos Relacionados

spot_img