Carolina do Norte lucra milhões com a expansão da Apple

A pandemia da Covid-19 provocou uma grande regressão na economia mundial, ainda assim, existiu uma grande expansão corporativa e desenvolvimento económico em algumas empresas. Para fazer face à pandemia, muitos estados focaram-se na atração de novos negócios e empregadores.

A Apple ($AAPL) foi a empresa mais competitiva no que concerne à expansão do negócio. Esta divulgou, no mês de abril, que os gastos com as instalações nos EUA serão de 430 mil milhões de dólares, um aumento de 20% face a 2019.

Um dos negócios mais “agressivos” que a empresa planeia realizar é o centro de engenharia, no estado da Carolina do Norte, avaliado em 1 milhar de milhão de dólares. Este poderá empregar cerca de três mil funcionários em diversas áreas, como engenharia de software, inteligência artificial e maquinaria.

O facto de a Carolina do Norte atrair a Apple para os seus territórios é um marco de reestruturação para este estado e acaba por alterar as prioridades dos empresários e das empresas.

Diversidade, inclusão e igualdade foram fatores fulcrais nas negociações entre a Carolina do Norte e a Apple. Para além destes, também os incentivos fiscais são importantes para a sobrevivência e captação de novas empresas.

As políticas fiscais não são iguais em todos os estados norte americanos, alguns deles não se focam na atribuição de subsídios de forma a desencadear um progresso económico.

A Apple poderá vir a receber 845 milhões de dólares em incentivos fiscais num período de 39 anos, no estado de Carolina do Norte, se cumprir com os compromissos de contratação. Este é considerado o maior incentivo já concedido, tendo um valor de 300.000 dólares por emprego. Porém, os agentes estatais afirmam que o impacto económico do projeto – que afirmam ser 1,5 mil milhões de dólares – vale a pena. Para além disso, a Apple prepara-se para melhorar infra-estruturas em todo o estado, contribuindo com 110 milhões de dólares. Adicionalmente, a empresa irá contribuir para a educação, em Carolina do Norte, com  100 milhões de dólares.

A negociação que se verificou entre este estado e a gigante tecnológica, envolveu um elevado influxo de funcionários qualificados. Este estado possui também um elevado número de instituições de ensino superior com educação de excelência, o que ajudou a levar a negociação a bom porto.

Com a Covid-19, muitas das empresas tecnológicas optaram pelo trabalho remoto. Ainda assim, a Apple não se focou nesse ramo alternativo de forma massiva.

Após o comunicado acerca deste novo projeto, muitos funcionários da Apple, planeiam mudar-se para perto da zona onde este será implementado.

Autor: Joana Marcos                                        

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img