Caixa Geral de Depósitos com lucros superiores a 800 milhões de euros

Fonte da imagem: Jornal Económico

A Caixa Geral de Depósitos obteve lucros de 843 milhões de euros em 2022, um aumento de 45,5% relativamente ao ano anterior.

O ano de 2022 continua a ser um ano histórico para a banca portuguesa e europeia, depois de BPI e Santander, agora é a vez da Caixa Geral de Depósitos anunciar os seus resultados do ano passado.

O banco público anunciou que em 2022 registou lucros de 843 milhões de euros, os segundos maiores da história da empresa. Foi também anunciado que o Estado irá receber dividendos recorde acima dos 350 milhões de euros a serem pagos em cash ao Estado, que ficará ainda com o edifício-sede da instituição.

Estes resultados apenas ficam atrás dos 856 milhões registados em 2007, permitindo alcançar uma rentabilidade dos capitais próprios de 9,8% no final de 2022.

O principal motivo para este resultado foi o aumento em mais de 40% nas receitas com juros, por exemplo a margem financeira disparou 42,8% para 1,4 mil milhões de euros, beneficiando do aumento das taxas de juro no ano passado (no início do ano a taxa de juro diretora do BCE encontrava-se nos 0%, no final de 2022 foi atingida uma taxa de 2,5%), também os resultados com comissões atingiram os 606 milhões de euros.

Com estes resultados a CGD irá distribuir dividendos recorde pelos seus acionistas, sendo que o Estado vai receber os seus dividendos de duas formas: 350 milhões de euros a serem pagos em cash e ainda vai receber a atual sede da instituição bancária, que estará avaliada em quase 300 milhões de euros, sendo esperado que o Estado a venha a utilizar como sede para vários ministérios do governo. 

Segundo Paulo Macedo, “É um dividendo fantástico”,  quanto ao valor da sede, diz que “O valor da sede só por sorte é que será 300 milhões. Será preciso avaliar, é preciso haver acordo sobre essas avaliações”.

Também a recapitalização a que a Caixa tinha sido sujeita fica “saldada” metade dos 4,9 mil milhões de euros de que foi alvo em 2017, entre dividendos e a cedência da sede, durante os últimos anos a caixa já totalizou dividendos de 2,5 mil milhões de euros.

Nas palavras da administradora financeira Maria João Carioca, este montante histórico de lucros e dividendos, “É um resultado muito favorável, que permite recuperar perdas que tivemos desde 2011. Ainda não conseguimos ‘zerar’ os prejuízos desde 2011, mas temos um caminho de recuperação sólido”.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img