Bill Gates e Warren Buffett vão construir um reator nuclear

⏱️ Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Bill Gates e Warren Buffett criaram um projeto que visa a construção de um reator nuclear de nova geração no Wyoming, estado norte-americano, que vai custar cerca de mil milhões de dólares, ou seja, 818 milhões de euros. 

A empresa TerraPower de Bill Gates e a PacifiCorp de Warren Buffett vão-se juntar para desenvolver um reator nuclear com a tecnologia mais avançada e limpa possível. O projeto é chamado de Natrium e será construído numa antiga central de carvão, mas a localização exata só será divulgada no final do ano.

Bill Gates em declarações disse, “Pensamos que o Natrium será uma mudança na indústria energética” e que o Wyoming, principal estado norte-americano produtor de carvão, tem sido “líder em energia há mais de um século e que o nosso investimento no Natrium permitirá que Wyoming se mantenha na liderança durante mais décadas”.

O reator nuclear será capaz de produzir 500 megawatts de energia durante os períodos de elevada procura, cerca de cinco horas e meia, sendo possível abastecer cerca de 400 mil casas. O reator de 345 megawatts é arrefecido a sódio com um sistema de armazenagem de energia à base de sal fundido, segundo comunicado das duas empresas envolvidas no projeto.

A tecnologia do sistema Natrium é desenvolvida pela TerraPower e pela GE Hitachi, tendo a equipa de demonstração do projeto membros ligados a diversas instituições, como a PacifiCorp, Bechtel, Energy Northwest, Duke Energy, bem como universidades e laboratórios com especialidade nesta área. 

Este novo reator nuclear distingue-se de todos os outros reatores por produzir energia através de fontes renováveis, por ter uma concepção simples e fácil, por ser mais eficiente na produção de energia em termos de input usado, mais barato e mais seguro, de acordo com a Associação Nuclear Mundial.

Mark Gordon, governador do estado de Wyoming, em declarações e em tweets publicados na rede social Twitter ($TWTR), disse que a criação deste novo reator nuclear “é o nosso caminho mais rápido para nos tornamos negativos em carbono” e que o mesmo permitirá fornecer energia de acordo com a procura existente em tempo real como também reduzirá as emissões de CO2 e criará centenas de empregos bem remunerados.

A Terra Power ao desenvolver o projeto Natrium recebeu 80 milhões de dólares em financiamento proveniente do Departamento de Energia dos EUA, podendo vir a ser concedidos mais benefícios durante os próximos anos.

Autor: João Melo

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Última notícias

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img