Banco do Japão altera em baixa perspetivas económicas

O Banco do Japão procedeu à revisão no passado dia 18 de janeiro de 2023, em baixa, das perspetivas para a economia japonesa, a qual irá crescer somente 1,9% no ano fiscal de 2022, que termina a 31 de março de 2023. O crescimento esperado de 1,9%, contrasta com os 2% previstos na estimativa anterior.

Preços elevados das mercadorias e abrandamento das economias estrangeiras

Esta visão mais pessimista apresentada pelo Banco do Japão, assenta em duas razões justificativas: por um lado, os preços elevados das mercadorias e por outro, o abrandamento das economias estrangeiras. 

Recuperação a médio prazo

O relatório apresentado pelo Banco do Japão considera que a economia japonesa irá recuperar a médio prazo, todavia as previsões são pouco animadoras, muito por força do abrandamento económico global e da perda de eficácia das medidas económicas adotadas com o intuito de responder a esse mesmo abrandamento.

Crescimento de 1,7% em 2023

Já relativamente a 2023, o Banco do Japão estima que o crescimento do Produto Interno Bruto para o referido ano fiscal se situe nos 1,7%. No que respeita à inflação, o Banco do Japão prevê que a mesma aumente no ano fiscal de 2023 para os 3%.

Manutenção da política monetária

Contrariamente ao que fizeram instituições como a Reserva Federal dos Estados Unidos da América ou o Banco Central Europeu, o Banco do Japão optou por manter a sua política monetária, já que considera que a inflação representa um elemento de natureza importada e transitória.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img