Austrália avança com proibição do TikTok em dispositivos do Governo

A Austrália procedeu ao anúncio na passada terça-feira, dia 4 de abril de 2023, que vai proibir os membros do Governo de utilizarem a aplicação TikTok nos dispositivos de trabalho. O país junta-se assim a uma série de países ocidentais que tomaram decisões semelhantes por razões de segurança. 

Decisão será aplicada com a maior celeridade possível

O ministro da Justiça australiano, Mark Dreyfus, salienta que a decisão foi tomada a conselho dos serviços secretos australianos e que a mesma será aplicada com a maior brevidade possível. De relembrar que a Austrália, é o último país da denominada aliança “Five Eyes”, a proibir a aplicação TikTok no Governo, depois dos Estados Unidos da América, do Reino Unido, do Canadá e da Nova Zelândia. Relativamente à Europa, já foram tomadas medidas semelhantes em França, nos Países Baixos e na Comissão Europeia.

O que está a levar os países a proibirem a aplicação TikTok?

No centro das preocupações dos vários países encontra-se uma lei chinesa de 2017, a qual obriga as empresas locais à entrega de dados pessoais dos utilizadores, sob alegações com segurança, a pedido das autoridades.

Popularidade do TikTok

A popularidade do TikTok tem sido exponencial ao longo dos últimos anos, particularmente entre os jovens. Antes da proibição, muitos departamentos do Governo australiano tinham procurado expandir a presença na aplicação, com o objetivo de alcançar um público mais jovem. Já no início de 2023, o Governo australiano tinha anunciado que iria retirar as câmeras de vigilância CCTV de fabrico chinês dos escritórios de políticos, evocando também razões de segurança.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img