As IPOs para estar atento nesta semana

A segunda semana de Abril está a preparar-se para ser uma das melhores semanas deste ano para o mercado. Cerca de seis empresas vão entrar no mercado esta semana, tendo três delas um especial destaque. Eis as IPOs para estar atento nesta semana.

A Coinbase, a maior empresa de troca de criptomoedas dos EUA, vai entrar no mercado através de um “direct listing” na próxima quarta-feira, 14 de Abril. 

Assim como a Coinbase, a Applovin deverá listar-se no mercado na quarta-feira. A empresa irá oferecer 25 milhões de ações valorizadas entre 75 a 85 dólares cada. Isto significa que significa que poderá angariar até 2,13 mil milhões de dólares se as ações forem vendidas no extremo superior da gama. 

A empresa vai ser  negociada na NASDAQ com o símbolo (NASDAQ: APP).

Fundada em 2012, a Applovin fornece software utilizado por programadores de jogos para expandir os seus negócios.  Cerca de 410 milhões de pessoas por dia abrem aplicações que contêm software da Applovin. A empresa tem também um portfólio com mais de 200 jogos grátis para telemóvel com 32 milhões de utilizadores diários.

Também a TuSimple já estabeleceu as condições necessárias para a sua IPO. A empresa de tecnologia poderá angariar até 1,3 mil milhões de dólares, oferecendo cerca de 34 milhões de ações entre 35 e 39 dólares cada. Vai também ser negociada na NASDAQ sob o ticker (NASDAQ: TSP).

Fundada em 2015, a TuSimple procura revolucionar a indústria de camiões. A empresa de San Diego, que tem fábricas em Tucson, Xangai e Pequim, está a desenvolver uma rede autónoma de transporte de mercadorias para camiões de longo curso e semi-reboques. Segundo a empresa, esta rede não só vai aumentar a eficiência e a segurança na estrada, como também reduzir os custos operacionais.

A empresa está a estabelecer uma parceria com a Navistar para desenvolver camiões para o mercado norte-americano até 2024. A TuSimple tem também uma parceria com uma subsidiária da Volkswagen,  para a comercialização de camiões na Europa.

No entanto, a TuSimple ainda não é rentável. Os gastos aumentaram de 84,9 milhões em 2019 para 177,9 milhões de dólares em 2020. 

Autor: Diogo Trindade Monteiro

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img