Turismo contribui para a recuperação do PIB português em 2021

Após a brusca queda do turismo em 2020 devido à pandemia, a atividade turística resultou numa contribuição de 8% ou 16,8 mil milhões de euros no PIB de Portugal, em 2021. De acordo com o INE, Instituto Nacional de Estatística, em comparação com 2020, a atividade registou um aumento de 27,3% no ano passado. Entretanto, em comparação com 2019, quando o turismo teve participação de 11,8% no Produto Interno Bruto, os números ainda se mantém baixos.

Os produtos que mais contribuem para o PIB turístico são os serviços de alojamento, a restauração, os transportes (principalmente os aéreos), e os serviços de aluguer, e foram esses os que mais sofreram os impactos económicos do COVID-19 em 2020, com redução em volume entre 46,5% e 65,7% no PIB turístico gerados por estas atividades. 

Em 2021, foram essas as mesmas atividades que registraram o aumento face a 2020 (entre 14,4% e 59,1% em volume). O aumento de importações e exportações de turismo contaram com um aumento de 30% considerando este mesmo período.

Já em maio de 2022, Paolo Gentiloni, comissário europeu da Economia, reportou que, neste ano, a reabertura do turismo externo contribuiu para a projeção de um crescimento do PIB de 5,8%, o mais alto da União Europeia. Entretanto, o destaque de Portugal se deve muito ao facto do país não ter crescido de forma tão significativa em 2021 (4,9% ao ano versus 5,4% da média europeia).

Portugal não foi o único país que sofreu os decréscimos turísticos em 2020 (-49,1% face a 2019). A Áustria registrou uma diminuição das atividades turísticas de -29,6% e a Espanha de -60,3%.

spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias

Artigos Relacionados

spot_img