Acionistas da Corticeira Amorim ratificam distribuição de 12 milhões de euros em dividendos

Os acionistas da Corticeira Amorim, aprovaram na passada segunda-feira, dia 5 de dezembro de 2022, o balanço intercalar da empresa até setembro, bem como, a distribuição de um dividendo bruto de nove cêntimos por ação, o que perfaz um total de 12 milhões de euros. 

Balanço intercalar individual da sociedade

Na assembleia geral realizada no dia 5 de dezembro de 2022, foi aprovado de forma unânime, o balanço intercalar individual da sociedade na ordem dos 43, 917 milhões de euros. No mesmo período de 2021, o resultado líquido do balanço situou-se nos 31,695 milhões de euros.

Nove cêntimos por ação

Além do supra apresentado, também foi ratificado na referida assembleia, a distribuição de dividendos pelos acionistas no montante de 12 milhões de euros, o que equivale a cerca de nove cêntimos por ação. De salientar que a distribuição dos dividendos referentes às ações detidas por cada acionista terá lugar a partir do dia 21 de dezembro de 2022. No caso de pessoas singulares este valor corresponde a um dividendo líquido de 0,0648 euros por ação, enquanto que no caso de pessoas coletivas diz respeito a 0,0675 euros por ação.

Sólido crescimento da atividade e bons resultados registados

A empresa justifica esta distribuição de dividendos com o sólido crescimento da atividade, assim como, com os bons resultados obtidos ao longo dos últimos exercícios. Estas duas razões explicativas permitem à Corticeira Amorim gerar “cash-flows” cada vez maiores, sendo assim possível distribuir dividendos aos acionistas sem colocar em causa a estrutura de capitais consolidada e eficiente da Corticeira Amorim.

Alguns detalhes a ter em conta

De acordo com o comunicado enviado pela Corticeira Amorim à CMVM, o pagamento dos dividendos terá lugar através da Central de Valores Mobiliários, sendo o agente pagador o Banco BPI, S.A. O grupo empresarial informa também que os acionistas que não tenham procedido à conversão das suas ações tituladas em ações escriturais não poderão exercer o seu direito aos dividendos até que realizem a referida conversão.

Outra informação fornecida pelo grupo Amorim, prende-se com o que os acionistas devem fazer para efeitos de isenção, dispensa de retenção na fonte ou redução da taxa de retenção na fonte de IRS ou IRC. Ou seja, para disporem dos efeitos acima referidos, os acionistas deverão fazer prova dos factos de que dependem das referidas exceções até ao início do pagamento dos dividendos.

Lucro aumentou 10,6% nos primeiros nove meses de 2022

O lucro da Corticeira Amorim, foi objeto de um aumento de 10,6% nos primeiros nove meses de 2022, face ao mesmo período do ano anterior, encontrando-se agora na ordem dos 64,2 milhões de euros.

Vendas aumentaram 24%

De salientar que as vendas do grupo Amorim experienciaram um aumento de 24%, em 2022 para os 790,3 milhões de euros. Este aumento das vendas revela o impacto significativo das empresas do grupo SACI, sendo que se excluirmos este efeito, as vendas teriam apenas subido 10,3%.

Grupo SACI

Um dos grandes impulsionadores dos resultados de vendas do Grupo Amorim foram as empresas do Grupo SACI. A Corticeira Amorim procedeu à compra no início de 2022, de 50% do capital do Grupo SACI, pela “módica” quantia de 49 milhões de euros. De ressalvar que a empresa adquirida, a qual tem sede em Turim, ostenta como principal atividade a produção e comercialização de muselets, que são por exemplo, as estruturas de arame que encaixam sobre a rolha de uma garrafa de champanhe.

Se queres começar a investir, visita a XTB ou a Degiro.

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Receba o ebook "Os primeiros investimentos" GRATUITAMENTE

Basta carregar no botão abaixo

Artigos Relacionados

spot_imgspot_img