5 Riscos de uma ação com Dividendos

Para uma análise completa ao nosso portfólio de ações é necessária uma abordagem a ações com dividendos. Com uma determinada quantia anual assegurada pelo dividendo da ação, são, por vezes, postos de lados os potenciais riscos de uma aposta neste tipo de ações. Vamos analisar cinco riscos ou motivos que criam possibilidades para um investimento não recomendável.

1. Ineficiência Fiscal

Quando comparamos ações de dividendos com as outras ações no mercado, descobrimos que os dividendos são tributados duas vezes. A também chamada de dupla tributação.

Primeiro, eles são tributados quando a empresa que paga o dividendo ganha dinheiro. Os lucros corporativos são a fonte dos pagamentos de dividendos feitos a cada investidor.

Em segundo lugar, os dividendos são tributados novamente quando o investidor recebe seus dividendos. Porque os impostos são pagos sobre a receita de dividendos quando esta é recebida.

Se analisarmos, por outro lado, temos as empresas em crescimento que mantêm os seus ganhos na empresa, reinvestindo-os nos seus negócios. As chamadas Growth Stocks. Neste caso, os seus lucros são tributados apenas no nível corporativo.

Os investimentos empresariais são feitos pelas empresas para gerar mais lucros. Por sua vez, esses lucros devem elevar o preço e o potencial da Growth Stock.

2. Risco de Investimento

Ações de dividendos suportam algum risco de investimento.  Os preços destas ações podem cair e às vezes por muito. Sem haver reinvestimento na empresa, como poderão melhorar as perspectivas de futuro da mesma?

3. Concentração Setorial

As ações de dividendos estão agrupadas em certas indústrias e setores do mercado de ações. Assim, os investidores em dividendos devem considerar cuidadosamente a construção do portfólio de ações de dividendos.

Isto significa garantir uma diversificação adequada. Assim, todas ou a maioria das ações detidas não residem nas mesmas indústrias ou em indústrias semelhantes.

Além disso, investindo apenas em ações de dividendos um investidor pode desviar o olhar de alguns investimentos excelentes.

Especificamente, investimentos em empresas cujas ações não pagam dividendos. Por exemplo, ações como Amazon, Tesla e Facebook.

Com o investimento somente em Dividend Stocks, poderemos estar a investir em empresas que são número 1, confortáveis com a sua maneira de gerir o seu negócio e distantes de possíveis e promissores concorrentes.

4. Mudanças na Política de Dividendos

Mudanças negativas na política de dividendos pela administração da empresa podem ser muito prejudiciais para o investidor de dividendos. Eles podem ser outro motivo para não investir em ações de dividendos.

Por um lado, algumas empresas têm a política de pagar dividendos e aumentá-los regularmente.

Por outro lado, quando uma empresa que paga dividendos encontra tempos económicos difíceis ou a administração decide tem melhores usos para seu dinheiro, o dividendo poderá ser reduzido.

Ou, na pior das hipóteses, poderá eliminá-lo.

Não só o investidor em dividendos sofrerá uma queda na receita futura de sua carteira, mas essas atuações tendem a vir acompanhadas de grandes quedas no preço das ações do dividendo.

Assim, os dividendos têm um custo de oportunidade. E é obrigação da administração avaliar constantemente outras oportunidades de uso do caixa da empresa.

5. Pesquisa e Conhecimento de Investimentos

Investir em ações de dividendos de alta qualidade requer pesquisa de investimento. E conhecimento sobre como construir uma carteira de dividendos.

Há que encontrar uma empresa com boas perspetivas de aumento de lucros, com um market share elevado, com dinheiro em caixa e uma administração que saiba alocar o dinheiro de forma a manter a empresa numa posição confortável, mesmo em períodos de contração económica.

spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias

Artigos Relacionados

spot_img