3 empresas da Indústria do Futuro: Cibersegurança

O mundo está cada vez mais digital. A indústria da Internet of Things (IoT) cresce a um ritmo alucinante – de acordo com um estudo realizado pela McKinsey, o número de empresas que utilizam as tecnologias da IoT aumentou de 13% em 2014 para cerca de 25%. O mesmo estudo alega que o número mundial de dispositivos ligados à IoT deverá aumentar para 43 mil milhões até 2023, triplicando face a 2018.

Com o aumento exponencial de utilizadores, nascem oportunidades de ciberataques e cresce uma necessidade do desenvolvimento da cibersegurança, ou seja, práticas que garantam a confidencialidade, integridade e disponibilidade da informação.

Uma estatística preocupante proveniente do site Embroker é a de que a indústria dos ciberataques “continua a crescer em 2022 e deverá duplicar até 2025.”

Embroker acrescenta ainda que “o cibercrime, que inclui tudo, desde roubo ou hacking e destruição de dados, subiu 600% como resultado da pandemia COVID-19”.

Vamos então perceber que empresas (cotadas em bolsa) estão a tentar mudar o paradigma deste preocupante cenário:

 

1. Microsoft ($MSFT)

Por meio da sua plataforma de computação em nuvem Azure, a empresa “fornece uma abordagem abrangente de confiança zero para segurança, identidade e segurança cibernética”. 

Em 2021, a Microsoft gastou mais de 500 milhões de dólares em aquisições estratégicas.

Em 2022, O CEO da Microsoft (Satya Nadella) comunicou aos analistas que a componente de segurança da Microsoft cresceu quase 45% face ao ano anterior, com a ajuda de algumas pequenas aquisições, e a receita superou os 15 mil milhões de dólares num ano. 

Nadella disse que mais de 15 mil clientes usam o Azure Sentinel – um sistema que fornece múltiplas análise de segurança inteligente e de ameaças em toda a empresa, funcionando com uma espécie de cloud que agrega toda esta informação

Preço por ação a 29 de novembro: 241.76 dólares

 

2. Palo Alto Networks ($PANW)

É difícil subestimar a natureza otimista do último relatório de contas da Palo Alto Networks. A empresa superou a estimativa de receita média dos analistas por uma pequena quantia, mas os lucros superaram a projeção média. 

Este foi o segundo trimestre consecutivo em que Palo Alto relatou ganhos positivos.

Alguns dados importantes sobre a empresa:

  • A receita da Palo Alto Networks para o trimestre encerrado em 31 de outubro de 2022 foi de 1,563 mil milhões de dólares, um aumento de 25,33% em relação ao ano anterior.
  • A receita da Palo Alto Networks para os doze meses encerrados em 31 de outubro de 2022 foi de 5,818 mil milhões de dólares, um aumento de 27,65% face ao ano anterior.

Sobre receitas: (o notável crescimento)

  • A receita anual para 2022 foi de 5,502 mil milhões de dólares, um aumento de 29,26% em relação a 2021.
  • A receita anual da Palo Alto Networks para 2021 foi de 4,256 mil milhões de dólares, um aumento de 24,87% em relação a 2020.
  • A receita anual da Palo Alto Networks para 2020 foi de 3,408 mil milhões de dólares, um aumento de 17,55% em relação a 2019.

Preço por ação a 29 de novembro: 171.39 dólares

 

3. CrowdStrike ($CRWD)

A CrowdStrike é a maior empresa de cibersegurança em termos de capitalização de mercado.

A empresa oferece, sobretudo, soluções que são adequadas para empresas que têm funcionários a trabalhar remotamente.

As suas ações caíram 23,6% desde o início do ano. Um dos motivos é que a empresa continua sem lucro. No entanto, a empresa tem dinheiro em caixa para cumprir as suas obrigações financeiras – tornando-se, potencialmente, lucrativa a longo prazo.

O preço de cada ação na Oferta Pública Inicial foi de 34 dólares. Hoje, a empresa atinge o valor de cerca de 139 dólares.

Entre o ano fiscal de 2019 e 2022, o número de clientes da CrowdStrike saltou de 2.516 para 16.325, o que aumentou a sua receita anual de 250 milhões de dólares para mais de 1,45 mil milhões de dólares.

Preço por ação a 29 de novembro: 139.45 dólares

spot_imgspot_img

DEIXA UM COMENTÁRIO

Por favor, envie o comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

spot_imgspot_img

Últimas notícias

Subscreve a nossa Newsletter

Com o resumo das nossas notícias

Artigos Relacionados

spot_img